sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Novo Final para o livro SOS--Dando continuidade ao projeto da escola.

           -Lu!Lu! Acorde! Você está sonhando, querida!- acalmou-a a mãe.
           - Há quanto tempo estou dormindo? - perguntou, assustadíssima.
           - Ah, minha filha! Uns bons 4 anos! - exclamou a mãe - Você não sabe o desespero que senti! - completou, chorosa.
           Agora que a mãe havia falado, ela percebeu o quarto e seus detalhes. Tudo muito branco, a cama era muito dura, eo cheiro de analgésicos...
          -Ah não! Era tudo verdade! Eu estava mesmo em coma!
         -Bem, eu não sei se era, de fato, um coma - disse o médico, adentrando o quarto - É possível que fosse somente um estado de inconsciencia, você sabe, devido a pancada!
          Confusa, ela perguntou:
         -Pancada?! Que pancada?
         -Oh, meu Deus! Ela não se lembra! - aos prantos, a mãe continuou -E-e-e-la nã-ão está com am-né-né-sia, está ?
        - Por favor, se aclame minha senhora! Foi um grande trauma, você sabe. Talvez seja passageiro.
       O médico, Dr. Carlos, tinha aquele quê de quem sabe acalmar as pessoas. Loiro, de olhos verdes como a relva, ele sabia muito bem fazer seu trabalho.
        Com o choro atenuado, a mãe explicou:
      - Você lembra daquele baú, que eu implorei para que jogasse fora? Aquele que era de seu avô?
       Luciana confirmou com a cabeça.
       -Ele caiu na sua cabeça, querida!
        Luciana, absorvendo a informação, soltou uma risada que encantou o médico.
       -Ora Lu! O que há de tão engraçado?
       -Nada, mãe! Só me pareceu estranho - e continuou a rir.

       Três meses depois, ela recebeu alta. Ainda impressionada com tudo - 4 anos podem mudar muita coisa! - saiu acompanhada de Carlos, agora sem o Dr., que uma semana atrás se declarara. Agora, os dois estavam juntos, e felizes.
      A única coisa que Lu não conseguia tirar da cabeça, era o sonho. Consternada, ela passou a dedicar a vida ao meio ambiente, sempre paciente e pronta para ensinar a preservar.



Bem, amores... Como eu já tinha explicado ( e se não expliquei vou explicar agora), esse texto faz parte de alguns posts que tenho que fazer para a escola sobre o livro SOS- A Vida pede Socorro.
Quem se interessar pelo inicio, pode procurar o livro, mas eu não recomendo.

6 comentários:

  1. Isa, você não existe!!!

    Com toda essa propaganda que você faz, quem vai querer ler o livro?!?!
    Deixe de reclamar e passe para as outras atividades. Que tal comentar o final da Ju?
    Beijo
    Profa. Marilsa

    PS.: Ah! Eu já havia postado aqui antes de você ter reclamado lá no meu blog!

    ResponderExcluir
  2. Oi Isa!
    Apesar de você não ter gostado nada do livro, o seu final ficou muito bom (como eu já havia dito na escola), adorei o fato da Lu ficar com o Carlos e eu adoro seus textos!!!
    Vi seu comentário no blog, e agradeço pelos elogios!
    Te amo amiga
    Beijos
    xoxo

    ResponderExcluir
  3. Oi Isabela, tudo bem?
    Como você sabe, temos que comentar uma postagem de um amigo, não é? Pois é, eu vim comentar especialmente o seu pois você é uma pessoa que admiro muito, e mais uma vez você me surpreendeu !
    O seu final do livro está muito bom, prefiro o seu do que o próprio, pelo comentário da Juh você não gostou do livro, mas o que importa é que você está sempre disposta a fazer uma coisa bem feita, gostando ou não. Gostei muito do seu final, bom agora tenho que ir. beijos s2

    ResponderExcluir
  4. Oi Isa,
    Gostei muito do final que você deu ao livro!
    Como seria bom se todas as pessoas tomassem a atitude que Luciana tomou não é?!
    Beijos
    Nathy

    ResponderExcluir